Nome do Produto: Queijo Mussarela 

Leite Pasteurizado, Sal, Cloreto de Cálcio, Coalho e Fermento Lácteo.

Leite Cru Refrigerado.

Não há.

Não há.

Embalagem Primária: de polietileno.

embalagem secundaria:
Caixa de papelão com 6 unidades

Características importantes do produto final:
. Padrões Organolépticos: É um produto com massa amarelo esbranquiçada, firme, compacta e de sabor
ligeiramente ácido. Possui formato retangular e, quando aquecido, derrete designando uma característica elástica.
. Padrões Físico-Químicos: Gordura – entre 45,0 e 59,9% no Extrato Seco e Umidade – entre 36,0 e 45,9%.
Padrões Microbiológicos: Coliformes a 30º C (Máximo 5 x 103 UFC/g), Coliformes a 45º C (Máximo 5 x 102
UFC/g), Estafilococos Coagulase Positivo (Máximo 1 x 103 UFC/g), Salmonela (Ausente em 25 g) e Listéria
Monocytogenes (Ausente em 25 g).

Forma de uso do produto /consumidor: O produto pode ser consumido diretamente ou pode ser consumido 

como ingredientes de sanduiches, pizzas etc.

Características da embalagem: -Embalagem Primária: Embalagem plástica com arte impressa, seladas a

quente e fechadas à vácuo, isenta de danos físicos e vazamentos.

– Embalagem Secundária: Caixas de papelão.

Prazo de validade: (120 dias) se mantido nas condições adequadas de armazenamento

Onde o produto será vendido: Em padarias, supermercados, lanchonetes, etc.

Instruções contidas no rótulo:

Nome e origem do produto;

. Dados da empresa e fabricante;

. Data de fabricação / Validade e Lote;

. Lista de Ingredientes;

. Informação “Não contém glúten”, ALÉRGICOS contem leite de vaca, contem lactose.

. Informação Nutricional;

. Instrução de Utilização / Conservação do produto;

. Informação referente ao peso do produto e da embalagem.

Controles Especiais Durante a Distribuição e Comercialização

Fábrica / Transporte: acondicionamento, colocadas sobre paletes plásticos tendo o cuidado para que produto

seja mantido refrigerado em temperaturas inferiores a 6º C. O caminhão que transportará o produto deverá estar

limpo e inspecionado pela empresa antes da realização do carregamento, de modo a não comprometer a

qualidade. Uma atenção especial deverá ser dada ao controle de pragas de carga para evitar contaminação

cruzada.

Controle de Distribuição: a não violação da embalagem, ao prazo de validade, à integridade das características

do produto, ao transporte das embalagens que deve ser feito com cuidado de modo a evitar choques e danos ao

produto.

. Defeitos de Qualidade Visíveis: embalagem estufada ou violada com aparecimento de mofos ou produto de

forma oleosa.  

RT Antonio Marcos F. dos Santos – CRMV PR nº12139